Tuesday, August 04, 2009

Cosa nostra


O Senado ontem parecia o buteco da esquina. Eis no que transformou-se a Casa que deveria zelar pelos interesses do povo.
Fernando Collor, o primeiro presidente a sofrer impeachment no Brasil e Renan Calheiros, o das fazendas fantasmas e da gestante paga por lobbystas partiram ao ataque contra Pedro Simon para defender José Sarney, o coronel dono da capitania hereditária do Maranhão.
Tudo sob a benção de Lula, outrora inimigo declarado das oligarquias e dos picaretas que infestam o Congresso.
Não se enganem, quem deixou nosso Parlamento virar esse prostíbulo não foram os Renans, Jucás, Collors e outros vendilhões do templo. Foi ele, Lula lá, o Poderoso Chefão, o maior dos picaretas. Foi ele e seu Partido (auto proclamado defensor da ética) os que mais contribuíram e contribuem para a desmoralização do Poder Legislativo.
Todo petista agora deveria enfiar a cara no buraco pelo próximo século de tanta vergonha, mas vergonha já sabemos que eles não tem.

2 comments:

Everardo Ferreira said...

Fernando, começo a imaginar que esse Lula é um ser extraordinário, que há muitos séculos controla todas as nossas instituições com poderes sobrenaturais. Induz a corrupção e as fraudes no Senado, fazendo com que pessoas sérias como Heráclito Fortes e Artur Virgílio caiam em tentação, para depois induzir colegas deles a incriminá-los. Se o Lula é responsável pela crise do Senado, certamente terá algo a ver com a vitória do Obama, o aumento da temperatura da terra, e por aí vai. Esses conceitos são realmente lunáticos.

Fernando Sampaio said...

Everardo, vc é uma besta quadrada. O Lula tá ou não tá defendendo e sendo defendido por Renan, Collor e Sarney?