Tuesday, April 18, 2006

Star and Stripes


Tive a oportunidade de conhecer neste último feriado um dos lugares que sempre quis visitar. As praias da Normandia onde as tropas aliadas desembarcaram em junho de 1944, na data conhecida como o Dia D.
Cerca de 53.700 americanos, britânicos, canadenses e franceses da Resistência perderam a vida na Normandia, assim como 200.000 alemães.
Somente na praia de Omaha Beach, onde o desembarque foi o mais sangrento, mais de 1.000 americanos foram mortos nas primeiras horas da batalha.
Visitei o cemitério americano, instalado perto desta mesma praia. Sob a neblina e garoa fina, as milhares de cruzes brancas perfiladas são uma visão ainda mais assombrosa.
Todo mundo que se diz anti-americano hoje deveria visitar este lugar. Um sacrifício desses não poderia nunca ser esquecido. Graças à vida destes soldados é que a Europa se livrou do nazismo e pode se tornar a comunidade que é hoje.
O anti-americanismo que tem tomado conta do mundo hoje é tão estúpido como qualquer outro –ismo, pois todos são derivados de fanatismo.
Os Estados Unidos ainda detém a economia mais forte do mundo, a maior produção científica do planeta e a cultura mais exportada.
Sim, eles elegeram Bush, mas nós elegemos Lula.
E tirando fora a desastrada política de Bush no Iraque, ou a desastrada política de Bush como um todo, os Estados Unidos têm sim, enquanto maior potência militar do planeta a obrigação de intervir em conflitos mundiais.
Eu sinceramente espero que, quando um louco qualquer, seja ele alemão, venezuelano, cubano, iraniano ou norte-coreano ameace explodir o planeta que eles estejam por lá para descer o porrete.

2 comments:

Big-Ben said...

Alma, é preciso coragem para colocar o que você colocou na net.
Embora concorde com você, a rede é cheia de anônimos radicais que, seguros em seus lares, descem o "pau" na opinião alheia, ainda mais quando é pragmática e realista, como a sua.
Evidentemente que o Bush é uma porcaria de americano que nunca deveria ser eleito.
Mas aquele povo está onde está hoje por competência, seriedade e muita persistência.
O esforço da segunda guerra mundial é apenas um exemplo do que são capazes.
Deveriam ser exemplos a ser seguidos e não alvo da ira de um mundo que adora dar nomes e caras a demônios.
Parabéns, gostei muito.
Abração

PS: Recomendo que assista o documentário "Band of Brothers", embora duvide que já não o tenha assistido.

Anonymous said...

Qual é o probrema com o Buxi. Adoro ele.