Monday, February 04, 2008

Ostras e vinhos

A pintura é de William Claeszoon Heda, fantástico pintor de naturezas mortas do Gouden Eeuw holandês. Vi essa pintura há algum tempo atrás no Rijksmuseum de Amsterdam.
Esse foi meu jantar ontem, ostras da Bretagne e vinho verde português. Simplicidade pode ser extremamente saborosa.
As pinturas holandesas são sempre cheia de significados ocultos e simbologias. Sei que ostras representam o feminino, não sei porquê. Talvez seja por aquele jeito de comê-las. E talvez por isso sejam consideradas afrodisíacas...
Hum, arte, gastronomia, segundas intenções... Esta aí algo a ser pesquisado mais profundamente.

4 comments:

Ricardo Rayol said...

vulva meu amigo vulva, pense nisso.

Fernando Sampaio said...

Tô pensando, tô pensando...

Érica said...

Holanda? Uau!

Posso te invejar eternamente? Prometo que é uma inveja boa!

Ah, obrigada pela visita! Beijão.

deborah said...

rs..

Ostras.

Conta minha mãe, Fernando, que quando estava grávida de mim, sentia desejos incontroláveis por ostras. E as comeu aos montes!

Segundo ela, mãe coruja, eu seria, no conceito dela, "inteligente", graças às ostras.

Eu, no entanto, considerando o aspecto afrodisíaco das mesmas, acho que não foi bem a inteligência que elas definiram em mim... rs*

Seja como for, sou obrigada a reconhecer: as pobrezinhas (mortas) foram muito importantes na minha formação. ;o))

beijo.